pato à carolina

pato com pimentão para o meu mundo, aqui, no sudeste, os marrecos não voam, principalmente se estiverem mortos e nas gôndolas dos mercados lá do sul do país. o jeito foi improvisar. explico: filha do meio fez viagem longa de férias, até  praias distantes, próximo ao caribe. ela mora em santa catarina, mas ainda bem que em jaraguá (s.c.) não tem aeroporto decente, daí ela pousou aqui em campinas, ficamos felizes. ela gosta de marreco assado que sei fazer desde quando ela morava em florianópolis.  mas, em campinas, nada da ave preguiçosa. achei pato. foi fácil, ele tinha morrido pouco antes de chegar ao freezer do mercado. uso o pato inteiro, rego com cerca de um copo americano de vinho branco. polvilho noz moscada, pimentas variadas, um quase nada de gengibre, alho picado, nenhuma cebola. por cima  de tudo vai um tanto bom de azeite, quase o mesmo tanto que o vinho. deixo marinando pelo menos umas cinco horas. embalo tudo no papel alumínio e dá-lhe forno. quando está prestes a sair de lá, jogo pimentões amarelos, picados e passados por alguns segundos na frigideira, um tanto de alho, pimenta ou manteiga com sal mesmo. à parte, na panela de barro, saiu arroz com nacos de cebola roxa. tudo fica bom. apesar de que sou suspeito, por ser dono do restaurante “determinada mandioca”.
o meu restaurante virou livro! clica e vai direto pra loja… bom apetite!

Sobre carneiro

letradeletra é heterônimo [ carneiro ] professor, escritor, vlogger, cozinheiro e lunático
Esse post foi publicado em bichos, comida e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s