niterói, niterói

em 1836, saiu a revista “nitheroy” (brasiliense), com direção de gonçalves de magalhães, que propunha um estudo aprofundado das artes e ciências do brasil.
nos mesmo ano, sairia, do próprio magalhães, o livro “supsiros poéticos e saudades”, inciando — segunda a crítica, o nosso romantismo.
pouco conhecido, “nênia” é um poema de firmino rodrigues da silva, escrito em 1837, mas que só se publicou em 1841.
o poema é um marco no nosso romantismo:

Niterói, Niterói, que é do sorriso
Donoso de ventura, que teus lábios
Outrora enfeitiçava?
Cor de jambo
Pelo sol destes céus enrubescido

Já não são tuas faces; nem teus olhos
Lampejam de alegria.
— Que é da coroa
De madressilva, de cecéns e rosas,

Que a fronte engrinaldava?
— Ei-la de rojo
Trespassada de pranto, e as flores murchas
Mirradas pelo sopro do infortúnio
De teus formosos olhos se desatam
Dois arroios de lágrimas
Desventurada mãe, a perda infausta
Do filho teu amado; e que outro filho
Mais sincero chorar há merecido?! (…)

clica para saber mais

 

Sobre carneiro

letradeletra é heterônimo [ carneiro ] professor, escritor, vlogger, cozinheiro e lunático
Esse post foi publicado em amor, educação, literatura e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s