Arquivo da tag: modernismo

guerra e arte

francisco de goya y lucientes nasceu em abril de 1746. digamos que fez 270 anos. pablo ruiz picasso também está marado pelo mês de abril, mas pelo mês de falecimento. nasceu em córdoba, espanha, 1881. morreu em 1976. picasso retratou … Continuar lendo

Publicado em amor, educação, literatura | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

monumento às bandeiras

victor brecheret (1894-1955) espalhou arte pela cidade de são paulo, isso é inegável. contudo, uma das mais conhecidas é o monumento às bandeiras. toneladas de granito e cimento para dar contorno a uma ilustração do passado histórico de bandeirantes. arte … Continuar lendo

Publicado em educação, literatura | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

nem tudo são flores

a profissão me obriga a levantar cedíssimo, aqui, em campinas (perto de 5h38), quase todo dia… desde os sete anos de idade, saio da cama antes das 6h. o que dá, hoje, cerca de 43 anos nessa toada. normal, vão dizer … Continuar lendo

Publicado em educação, literatura | Marcado com , , , , , , , | 2 Comentários

sempre o barco

fernando pessoa deveria fazer parte da cesta básica de todo falante de língua portuguesa. deveria estar em estantes de mercado, lanchonetes, botecos ou mesmo salões de beleza e afins. de sutileza acachapante, o fernando “ele-mesmo” vai ao fundo… — olhem, … Continuar lendo

Publicado em amor, educação, literatura | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

ovo quebrado – amor

o conto “amor”, de clarice lispector, está na lista de leitura obrigatória para o vestibular da unicamp, neste ano e no próximo. o texto é curto, narrativo e reflexivo. narrado em 3a pessoa, mostra a personagem ana, no rio de … Continuar lendo

Publicado em amor, educação, literatura | Marcado com , , , , , , , , | 1 Comentário

pessoa

fernando antônio nogueira pessoa, poeta e planeta de órbita difusa, é uma verdade dentro da história da literatura de língua portuguesa. pertinho dele e um fio de cambraia adiante está luís de camões. depois, guimarães rosa, saramago, mia couto, machado, … Continuar lendo

Publicado em amor, educação, literatura | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

capitães da areia

“capitães da areia” se inclui na primeira fase da obra do baiano lírico, revela a diferença de classe e a violência contra os mais pobres, vitimados pela elite de salvador. de caráter panfletário e feito em forma de uma sequência … Continuar lendo

Publicado em educação, literatura | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

carneiro na samotrácia

o título é chamativo sim, a ideia é bem essa. modernistas de todo mundo, uni-vos! fui ao museu de belas artes, no rio de janeiro, poucos dias atrás… no primeiro corredor mais longo, no meio dele, quem me parece pra … Continuar lendo

Publicado em amor, educação, literatura | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

pena de quem ?

sendo da classe social que me cabe, é comum ouvir que a vida não é justa. lendo “vida secas” passei a ter certeza disso. são 13 capítulos. mais ou menos numa ordem de tempo que leva um ano, talvez um pouco … Continuar lendo

Publicado em bichos, educação, literatura | Marcado com , , , , , , , , , , | 1 Comentário

os irmãos maanape e jiguê

 meu amigo padu deu aula rapidíssima e contundente sobre a nomenclatura vanguardista que cerca o livro de mário de andrade, “macunaíma”. durante muito tempo afirmei que o livro-rapsódia era surrealista, acho que nem é tão doido assim, mas padu me … Continuar lendo

Publicado em amor, educação | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

poetinha

sem nada pra fazer, quinta-feira à tardinha, resolvi eternizar vinícius. ele anda pela minha estante, feito uma história da emília, no sítio. sempre coloco o livro de volta, no lugar, mas ele insiste em sair. hoje, filmei isso, é quase … Continuar lendo

Publicado em educação, literatura | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário