Arquivo da tag: morte

uma chance para chorar

quem são romeu e julieta não é mistério a ninguém, minimamente letrado … mas por que tanta popularidade?  tragédia shakesperiana que encanta os sonhadores e às vezes irrita quem prefere a outra dupla ofélia-hamlet … ou ainda dante-beatriz. mas o … Continuar lendo

Publicado em amor, educação, literatura | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

a consciência do mal

 “o mito de sísifo” é um capítulo dentro do livro que leva este mesmo nome, assinado por albert camus, publicado em 1943. ele, escritor modernista, lavado de existencialismo.  penso nesse texto porque falo e falarei sempre de “a hora e … Continuar lendo

Publicado em amor, literatura | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

sofrer em alemão

  “os sofrimentos de werther” (goethe, 1774) é livro que ainda causa espanto, em boa parcela de leitores jovens. acho que não só dos jovens, mas isso é outra história. acontece que, nos bastidores, sabe-se que muita gente se matou após a … Continuar lendo

Publicado em amor, educação, literatura | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

noite

“noite na taverna” (álvares de azevedo) não é meu livro preferido. mas pouca gente, com pouca idade, conseguiu entrar pra história da literatura como ele. clarice lispector foi uma. aqui, “noite na taverna” significa romantismo em grau 4.5, numa escala de … Continuar lendo

Publicado em amor, educação, literatura | Marcado com , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

caminho interditado

na crônica  “sobre morte e morrer“, machado rasga: “qualquer de nós teria organizado este mundo bem melhor do que saiu”. é a primeira linha. queria ter escrito isso, embora todo mundo diz tal coisa com outras palavras, gestos, grito ou silêncio. soube, … Continuar lendo

Publicado em amor, literatura | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

olhar ou

já expus pra algumas pessoas, ao vivo e em livro que ainda não consegui diferenciar exatamente o que seria anormalidade daquilo que simplesmente é humano. medo, culpa, ansiedade, senso de humor, sarcasmo, desejo, vício, quietude, incoerência, muita coisa já vi, … Continuar lendo

Publicado em amor, literatura | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

não autorizada

“30 horas de trabalho e continuo fooorte” autora: mita diran, dezembro de 2013, morta por excesso de trabalho, na indonésia. a frase acima é um texto literário?… num certo momento das aulas sobre década de 1960, falo com meus alunos … Continuar lendo

Publicado em educação, literatura | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

bocas e lobos

anos atrás, na rotina do início do ano letivo, preparava primeiras aulas e, uma delas, a introdução ao estudo de literatura, pedia uma questão: pode a arte mudar a vida de uma pessoa? conversa vai, conversa vem, recebo dica para … Continuar lendo

Publicado em amor, educação | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

outono de bandeja

o verão acabou ontem, mas bem me lembro quando ele começou. era perto do meu aniversário, dezembro. houve reuniões, numa das escolas, do tipo “conselho” final, com debates curtos, reprovações, aprovações, silêncios significativos, mas sem culpa. o natal chegaria em … Continuar lendo

Publicado em amor | Marcado com | Deixe um comentário

vanitas quem?

este é o quadro de um tal champaigne, vivente lá do século 17. barroco, dizem. tem de tudo aqui, até história em quadrinho. tem uma sequência de ações da esquerda pra direita, tem um confronto de símbolos bem nítido entre … Continuar lendo

Publicado em amor | Marcado com | Deixe um comentário

um passo

às vezes o que a gente precisa é só uma montanhinha dessas…

Publicado em amor | Marcado com | Deixe um comentário